05
Out 10

Photobucket

 

A estreante competição continuou no dia em que se comemorava a Implantação da República portuguesa e, à semelhança daquilo que aconteceu na primeira prova, a organização manteve-se no campo das inovações no Trial 4x4. A prova disputou-se num circuito em 8, calcorreado num duelo a duas equipas de cada vez, com duas passagens em ambos os sentidos, que deram azo à sua velocidade equilibrada com algum controlo para concluir o trajecto no menor tempo possível.
A primeira manga reservou alguns incidentes ao nível da zona de cruzamentos de eixos, com o Wrangler da equipa Restaurante Pizzaria Refúgio a virar ficando apoiado na lateral esquerda e obrigando o pendura Paulo Lourenço a um esforço suplementar para colocar o
“gigante” novamente em prova. Também a Repsol Amiauto TT sofreu com os desníveis da mesma zona, dado o capotanço da Toyota Hilux que levou a que a dupla da Lourinhã não conseguisse concluir a manga nos quinze minutos limite. Segundos depois, foi a vez da Paljet virar o Nissan Patrol GR, que, apesar disso, foi rapidamente recolocado em prova.
No final da primeira manga, StandCandeias.com liderava a Classe Promoção com o melhor tempo; seguido do Toyota BJ40 da RSTT de Nuno e Bruno Filipe com mais 1m15s e, logo atrás, com mais 1m22s, a Nissan King Cab do Team Indigo 4x4 (António Santos/Manuel Monteiro). A dupla Raul Moreira/António Faria (Land Rover Defender) posicionava-se na frente da Categoria Série com apenas 9 segundos de vantagem sobre o Toyota Land Cruiser do Terror Mato 4x4 (Fernando Ferraz/David Melo).
A segunda manga mostrou-se mais acessível dada a primeira passagem das potentes viaturas em competição. Mantendo o ritmo, Paulo Candeias voltou a bater o melhor tempo, registando 5m33s, menos 42s em relação à primeira volta e garantido a vitória absoluta. Na segunda posição ficou a Team Ladricolor/Restaurante O Engaço com mais 58s em relação ao tempo da equipa vencedora, resultado da excelente prestação da equipa a comando de Rui Querido e apoiada por Hélder Rocha, que não desperdiçaram qualquer oportunidade de contribuir para o espectáculo dando provas da excelente capacidade do Toyota VX 3.0. Um resultado que, de resto, permitiu à equipa ascender à quarta posição absoluta.
O terceiro melhor tempo da segunda manga foi registado pela Inersel, facto que permitiu à equipa Marco Oliveira e Luís Pereira ascender ao segundo lugar absoluto, levando a RSTT a descer ao terceiro. A quinta posição coube à Team Indigo 4x4, ao comando de António Santos, que terminou com um total de 16m38s, menos 1m38s que a Paljet/Padaria Flor de Ermesinde que, apesar do percalço na primeira manga, recuperou terreno na segunda ascendendo ao sexto lugar. O Wranlger da Cif-Imóveis levou a equipa de J.A. Familiar e Pedro Leitão ao sétimo lugar, seguida da Trofaclima, a bordo de um Land Rover Defender.
Domingos Parente apresentou-se desta feita nas funções de pendura, abdicando do seu habitual lugar atrás do volante e apoiando Pedro Almeida, constituindo a equipa Team Biclas/Auto Nickas. A bordo de um Nissan Patrol GR, não conseguiram, porém, terminar a primeira manga dentro do tempo limite dada a necessidade em trocar um pneu que havia descolado da jante. A equipa ocupou, por isso, a nona posição, à frente da Repsol Amiauto TT e Team Serrão, empatadas no último lugar da tabela dado que não concluíram nenhuma das rondas nos tempos limite. A dupla Vasco Andrade Nuno Graça depois de capotar na primeira manga, terminou prova com um pneu furado enquanto que a equipa Alexandre Lemos e Miguel Santos ficaram sem tracção à frente na Toyota Hilux logo na primeira manga e terminaram a prova sem a ponteira de direcção.
Na Categoria de Série as posições mantiveram-se dado que nenhuma das equipas da classe conseguiu terminar a manga em menos de 15 minutos. O “JeepMog” ou “UniWrangler” de Ricardo e Paulo Lourenço ocupou inevitavelmente o primeiro lugar da categoria protótipo, pelo que a vitória não teve margem para discussão.

 

 

09
Mai 10

 

 

 

 

CLASSIFICAÇÃO



01
Fev 10

 

 

Depois do sucesso do Gouveia Summer Camp, foi a vez do Gouveia Winter Challenge, no fim-de-semana de 30 e 31 de Janeiro, deliciar os amantes do todo-terreno.  

A prova incluiu várias PET's (Prova Especial de Trial) que tinham que ser ultrapassadas por equipas de 2 viaturas. Cada PET possuía um limite de tempo para a sua execução e existiam inclusive PETs nas quais o uso do guincho era proibido. 

 

A equipa vencedora foi o duo Stand Emanuel Costa / Dinapaca Team. A preparação do Rubicon permitiu uma óptima prestação em variadas PETs; os pneus 39,5 montados em jantes 17 facilitaram-lhe a vida nas pedras e em demais obstáculos aonde diversas outras equipas sentiram mais dificuldades. Esta soberba preparação aliada a um espírito de equipa excelente e a uma coordenação bastante eficaz, traduziram-se num merecido primeiro lugar. 

Com uma preparação igualmente adequada ao tipo de prova apresentou-se a equipa Farmácia Manso Preto, desta feita em parceria com a equipa Favos. O Wrangler, à semelhança do Rubicon do Emanuel Costa, apresentou-se com uns pneus 39,5 em jantes 17 mostrando grande eficácia nos obstáculos mais complicados. Apesar disso, não conseguiu concluir a prova de domingo, uma vez que quebrou o hidráulico da direcção.

O outro wrangler em prova, da equipa Restaurante o Engaço, com os seus pneus 44 e eixo Unimog, demonstra ainda alguma falta de experiência em competição. Tem, apesar disso, óptimas possibilidades para progredir e dar cartas no futuro, uma vez que tem uma preparação soberba. 

De referir ainda a excelente prestação dos penduras e, em particular, o pendura da equipa Monstter, que vive com intensidade aquilo que faz, e faz bem. Os meus parabéns pela atitude. 

Apesar dos momentos de espectáculo a que pudemos assistir, ficam também alguns reparos à organização: as PETs tinham localizações bastante distantes umas das outras, o que levava a que quem estivesse a ver uma estaria a perder o que se estava a passar em todas as outras; além disso, a sinalização das mesmas era insuficiente e, por vezes, pouco explícita. Penso que a criação de PETs mais próximas e melhor sinalizadas resolve a situação e facilita bastante a vida ao público. 

Ainda assim, foi um excelente fim-de-semana para os apaixonados pela modalidade. Esperamos agora pelo próximo Gouveia Summer Camp.


CLASSIFICAÇÃO

1º Lugar Stand Emanuel Costa / Dinapaca
2º Lugar LM4 / Tanqueluz
3º Lugar 4Rodas / 4Rodas1
4º Lugar Restaurante Pizzaria Refúgio / Disco Campos Team
5º Lugar Monstter Team / Ferraz
6º Lugar Tiago Fami / Cava JMF
7º Lugar Rofer / Dinis Auto
8º Lugar Farmácia Manso Preto / Favos Team
9º Lugar Roger Auto e Paulo Miranda


 


Março 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


subscrever feeds
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 

FarmaceuTTicando

VISITAS